terça-feira, 31 de março de 2009

Temos Atletas....



Como combinado, neste ultimo domingo fomos todos participar na 6ª Corrida de Solidariedade ISCPSI/ APAV ...

Estamos ou não estamos a ficar uns verdadeiros atletas ?

domingo, 29 de março de 2009

Earth Hour !!!



Porque acredito que pequenos gestos podem promover grandes mudanças, ontem aderimos ao Earth Hour 2009 Hora do Planeta e apagamos as luzes durante 60 minutos.
Á luz das velas, conversamos, aproveitando o tempo em família, acaba por ser curioso a nossa relação ao facto de não usarmos a energia eléctrica e constatarmos como dependemos dela para quase tudo.

Acto simbólico para chamar a atenção das pessoas sobre o aquecimento global e o uso consciente da energia eléctrica, que foi promovido por várias cidades em todo o Mundo...

sábado, 28 de março de 2009

Convívio de Confrades...


Mais um convívio realizado, mais um grande almoço entre amigos, confrades, onde mais uma vez a boa disposição e a alegria estiveram sempre presentes.
Confesso que adoro estes encontros e que são sem duvida alguma, uma forma bem divertida de passar um sábado.

Desta vez, calhou ao nosso bom amigo Lavadinho a organização, a quem desde já dou os parabéns. O local escolhido foi o restaurante " Cabana Velha" em Oeiras onde fomos muito bem recebidos e almoçamos bem.

A ementa escolhida:


Entradas Variadas

Picanha

Arroz de Marisco

Vinhos e Sumos

Sobremesas á escolha

Café e Digestivos




Alguns momentos do encontro...





Para comemorar este encontro fiz um miminho para oferecer a cada casal.

Embrulhinhos com cookies de aveia e alecrim, acompanhados

por um cartãozinho que contém a receita.


Depois do almoço, fomos dar uma voltinha pela zona marítima de Oeiras, até á marina. Ao fim da tarde, para aquecer pois hoje o frio fez- se sentir bem, fomos tomar um belo chocolate quente no " Tô na Onda"

Delicioso...

Agora é só esperar pelo próximo e desta vez a tarefa de o organizar calhou-nos a nós....

Aguardem...


sexta-feira, 27 de março de 2009

Maçã Caramelizada com Iogurte


Tinha umas maçãs a necessitar de utilização urgente, então lembrei de uma receita da Fer que fiquei com vontade de experimentar, então aproveitando as maçãs juntei o útil ao agradável e maravilha das maravilhas...
Uma sobremesa saborosa, bem fácil de fazer e que se recomenda.
A receita original confira aqui, eu fiz assim.
Descasque e corte quatro maçãs em fatias, numa frigideira derreta 3 colheres de sopa de manteiga e junte as fatias de maçã. Deixe cozinhar, virando cada fatia no meio do processo. As maçãs ficam caramelizadas e deliciosamente amanteigadas. Coloque um pouco de iogurte, eu usei de baunilha, o original é de com sabor a maple mas eu não encontro por cá, em tacinhas individuais e por cima adicione umas fatias de maçã caramelizada. Por fim polvilhe com um pouco de canela em pó e sirva.

Esparguete Bem Rápido...


Comidinha Vap- Vup para dias onde o cansaço impera mas a vontade de comer é grande.
Coza o esparguete, escorra e reserve. Numa frigideira deite um pouco de azeite, coloque um ou dois dentes alho picadinho, aloure ligeiramente e adicione umas passas. Junte o esparguete e envolva. Entretanto torre ligeiramente uns frutos secos, pinhões, nozes e caju.
Retire o esparguete do lume, adicione-lhe uma embalagem de natas azedas, envolva junte os frutos secos e polvilhe com manjericão seco.
Sirva de imediato.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Cheesecake de Frutos Silvestres



Ingredientes
1 lata de leite condensado
2 pacotes de natas
8 folhas de gelatina
1dl de leite
200 grs de queijo tipo philadelfia
1 pacote de bolacha maria
100 grs de margarina
doce de frutos silvestres q.b. para cobrir
Triture as bolachas e junte a margarina derretida, mexa bem e forre o fundo de uma forma de fundo amovível. Leve ao forno a 180º por uns 10 minutos.
Entretanto prepara o creme.
Demolhe as folhas de gelatina em água fria e derreta sem ferver em 1 dl de leite.
Bata as natas em chantilly e reserve.
Bata o queijo com o leite condensado durante uns segundos e junte as natas.
Adicione a gelatina derretida e deite-a sobre a base de bolacha.
Leve ao frigorífico pelo mínimo umas 5 horas para solidificar.
Retire e espalhe por cima o doce de frutos silvestres, cobrindo bem.
Leve de novo ao frigorífico e sirva bem fresco.
Doce de frutos silvestres
300 g de frutos silvestres congelados
100 g de açucar
1 calice de vinho do Porto
Colocar os frutos silvestres no copo da Bimby e triturar a gosto, juntar os outros ingredientes e programar 15 min. temp. 100º vel.colher inversa.
Retirar o copinho colocar o cesto, para evitar os salpicos e programar mais 10 min. temp. Varoma vel. colher inversa.
Retire, deixe arrefecer e cubra a cheesecake.

Grandes Atletas...


Os desportistas cá de casa não faltaram a mais uma prova e no domingo passado participaram na corrida da ponte 25 de Abril e foi uma estreia para o meu Bruno que anda a ficar um verdadeiro atleta.

As fotos chegaram hoje e não podia deixar de elogiar aqui os meus campeões .



O Grupo : Manuel, Mesquita, Pedro, Bruno, Oliveira, Fernandes


Medalhados e com a merecida recompensa para refrescar...

Leite Creme

Mais uma das sobremesas que estiveram presentes no almoço de aniversário do meu marido.

Esta é a minha receita que faço desde sempre e que é muito apreciada pelos amigos, incluindo a minha querida amiga Sandra que até nem era apreciadora de Leite Creme... esta foi a pensar em ti, tu sabes !!!



Ingredientes

1,5 L de leite meio gordo 12 gemas 280 g de açúcar 5 colheres de sopa de maisena 1 casquinha de limão

Açúcar para polvilhar e queimar

Num tacho, aqueça o leite com o açúcar e a casca de limão. Numa tigela bata as gemas ligeiramente. Desfaça a maisena num pouco do leite e junte ás gemas, mexendo bem.

Quando o leite começar a ferver, retire a casca do limão e junte-o ao preparado das gemas em fio e mexendo sempre. Leve novamente ao lume brando, mexendo sempre até engrossar.

Verta o preparado numa travessa e deixe arrefecer. Quando estiver frio, polvilhe com açúcar a gosto e queime com um ferro próprio, ou na falta deste, com uma colher aquecida no bico do fogão.

Sirva frio.

Versão Bimby

Junte todos os ingrediente e programe 12 min. Temp. 90º vel. 2 . Retire a casca do limão e deite numa travessa, deixe arrefecer, polvilhe com açúcar e queime.

Solidariedade ISCPSI / APAV


No próximo dia 29 de Março realiza-se a VI Corrida de Solidariedade ISCPSI/APAV e Marcha das Famílias, uma organização em parceria entre a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) e o Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (ISCPSI).

Esta iniciativa integra um vasto leque de acções de solidariedade social promovidas pelos nossos cadetes-alunos, no âmbito do Projecto-escola, e que têm por objectivo principal fomentar a sua formação cívica e o seu sentido altruísta.

Através do desporto, visamos, simultaneamente, promover estilos de vida saudáveis e aproximar a Polícia à comunidade e a instituições que, como a APAV, partilham connosco uma responsabilidade social no apoio aos grupos sociais mais vulneráveis. A crescente adesão de atletas e de patrocinadores, bem como as manifestações de apoio de várias entidades e organizações, constituem um importante estímulo para organizarmos iniciativas deste género, que evidenciam a importância do trabalho em parceria e de uma cidadania activa de todos em prol de uma sociedade mais saudável, mais justa e solidária.

Sejam solidários, participem!!
O Director do ISCPSI, Intendente Paulo Valente Gomes
Mais uma vez vamos estar todos presentes para assim contribuir nesta causa.
Participe também com a sua família.

quarta-feira, 25 de março de 2009

Originalidade...

Adoro artesanato,para mim as pequenas coisas personalizadas feitas à mão são as minhas preferidas. Por isso, numa das minhas buscas por vários blogs que eu adoro encontrei algo que me encantou pela sua simplicidade, pelo seu efeito visual e principalmente pela sua diliadeza e não quis deixar de partilhar aqui.
A explicação detalhada pode conferir no blogs original Once Wed em inglês, mas as ilustrações dão uma boa ajuda para quem quiser se aventurar...

Mini Flores em Tecido





Saladinha de Camarão


O calor está dando o ar de sua graça e nada melhor que uma comidinha leve e fresquinha...
Junte miolo de camarão cozido, uma variedade de folhas verdes, queijo em quadradinhos, 1 maçã cortada aos quadrados, um punhado de miolo de noz, tempere com molho de iogurte aromatizado com ervas e obtém uma excelente refeição.

Delícia de Chocolate e Café




Ingredientes



1 base de bolo de compra
200 g de chocolate em tablete para culinária
100 g de margarina vegetal
1 dl de café
4 ovos
3 folhas de gelatina
100 g de açúcar
2 d de natas



Coloque a base do bolo numa forma de aro amovível e reserve.
Derreta o chocolate com a margarina, em banho - maria, retire do lume e acrescente-lhes o café.
Adicione as gemas e leve o preparado de novo ao lume, em banho - maria para engrossar.
Retire o creme do lume e junte-lhes as folhas de gelatina, previamente demolhadas e escorridas e deixe arrefecer.
Entretanto bata as natas com duas colheres de sopa do açúcar. Levante as claras em castelo, junte-lhes o restante açúcar e bata mais um pouco.
Envolva as natas na mousse, acrescente também as claras em castelo e envolva.
Coloque o preparado sobre o bolo e leve ao frio a solidificar.
Desenforme só na hora de servir.


Opção de decoração : natas e amêndoa ralada ( coisa que não tive tempo de fazer tal a pressa de a colocarem na mesa)

terça-feira, 24 de março de 2009

Bolo de Aniversário

A receita base para os dois bolos de aniversário do meu marido foi a mesma, apenas o recheio e cobertura mudaram.

Tenho esta receita guardada faz já algum tempo com o intuito de a fazer. Foi retirada de um blog, mas infelizmente esqueci-me de apontar qual e não me lembro para poder colocar os devidos créditos. Sei que a receita se chama " O melhor bolo de chocolate do mundo", por isso se alguém souber de quem é peço o favor de me informar...


Ingredientes para a base


400 g de farinha
250 g de açúcar
100 g de açúcar mascavado
50 g de chocolate em pó
2 colheres (sopa) de fermento
1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio
1/2 colher (sopa) de sal
175 g de manteiga sem sal, derretida e fria
125 ml de óleo vegetal
300 ml de água gelada
3 ovos
1 pacote de natas
1 colher (sopa) de estrato de baunilha


Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre com papel manteiga e unte 2 formas . Num recipiente misture a farinha, os açúcares, o chocolate, o fermento, o bicarbonato e o sal.
Noutro recipiente, misture os ovos, o creme de leite e a baunilha.
Com uma batedeira, misture a manteiga derretida e o óleo de milho até que se misturem, em seguida adicione a água e os ingredientes secos.
Misture devagar.
Adicione a mistura dos ovos e misture novamente.
Coloque nas formas untadas previamente.
Leve ao forno por cerca de 1 h e depois de prontos deixe que esfriem nas formas por 15 min antes de retirá-los.


1º Recheio e Cobertura





175 g de chocolate meio amargo derretido e frio
200 g de manteiga sem sal 200 g de açúcar de confeiteiro peneirado
1 Colher (sopa) de estrato de baunilha Morangos para decorar

Derreta o chocolate no microondas ou em banho-maria e deixe esfriar um pouco. Num recipiente, bata a manteiga até que esteja cremosa, adicione o açúcar,1 colher de cada vez e bata novamente até que a mistura fique leve. Em seguida adicione a baunilha, o chocolate e misture. Coloque 1/4 dessa mistura no meio dos 2 bolos e o restante no topo, alisando com uma espátula.
Decore a gosto com os morangos.


2º Recheio e Cobertura

500 ml de natas frescas 2 caixinhas de morango uns picados para o recheio e uns cortados ao meio para a decoração suspiros esfarelados a gosto

Bata as natas com 2 colheres de (sopa) de açúcar, até obter chantilly. Sobre o primeiro bolo disponha uma farta camada de chantilly, morangos picados e suspiros quebrados.Coloque o segundo bolo por cima do primeiro e barre-o com o restante chantilly e sobre ele disponha os morangos.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Dias Felizes...

Tivemos uns diazitos de férias, que foram recheados de animação, comemorações, festa e claro muito trabalho para organizar tudo, mas sem dúvida valeu o esforço.


Começamos na quinta-feira, 19 de Março, Dia do Pai que coincide com o aniversário do meu amor.




Assim para comemorar o Dia do Pai, o do meu também é claro e o aniversário do marido, a família foi toda jantar fora ao restaurante do nosso amigo Fernando onde passamos uma noite bem divertida.

Parabéns amor que venham muito mais sempre na minha companhia ... claro!!!


No entanto a festa não acabou para o aniversariante e continuou no sábado. Aproveitando o iniciou da Primavera , resolvemos convidar alguns amigos para um churrasco nas Azenhas do Mar e assim também na companhia deles voltamos a comemorar as suas 43 primaveras.


Foi um dia explendido, recheado de comes e bebes, churrasqueira o dia todo acesa, muitas coisas boas e muita, muita diversão.

Momentos bons da Vida....

As receitas das sobremesas e dos bolos eu vou colocando...

segunda-feira, 16 de março de 2009

Pesos e Medidas


Uma ajuda para que ninguém se priva de fazer o doce predilecto, ou a refeição especial, só porque a balança da cozinha partiu ou porque não se tem como medir a quantidade de líquido exigida na receita.

Quase todas calculadas para colheres de sopa, chávenas de chá e copos de água, essas medidas aproximadas irão substituir perfeitamente as medidas necessários que o litro ou a balança acusariam com exactidão.


As medidas que quando se fala em:

Cálice— é o de vinho do Porto.

Colher— normalmente é especificada.

Copo—é o de água comum.

Pitada—é o que as pontas do polegar e indicador podem apanhar.

Punhado— é o que a mão pode apanhar.

Chávena—é a de chá comum.


COMO MEDIR


1 chávena — é a quantidade obtida mergulhando-a no fundo do pó, retirando-a e balançando-a ligeiramente.

1 chávena cheia — quando se mergulha a chávena no fundo do pó e esta sai bem cheia; não balançar.

1 chávena rasa — é a chávena cheia, depois nivelada com uma faca por cima, junto à borda.
Colher — para se medir com colheres o processo é o mesmo.


MEDIDAS PARA LÍQUIDOS


1 litro — equivale a 1.000 g

1 litro — contém 6 chávenas

1 litro — contém 5 copos

1 copo — contém 2 chávenas ou 200g

1 cálice — contém 3 colheres de sopa


MEDIDAS PARA SÓLIDOS


Alguns dos alimentos mais usados:


1 chávena cheia de açúcar — equivale a 200 g

1 chávena rasa de açúcar — equivale a 150 g

1 chávena de açúcar cristal — equivale a 200 g

1 chávena de arroz — equivale a 140 g

1 chávena (rasa) de chocolate em pó — equivale a 100 g

1 chávena de coco ralado — equivale a 115 g

1 chávena (rasa) de farinha de trigo — equivale a 100 g

1 chávena de manteiga ou margarina — equivale a 200 g

1 chávena de maisena — equivale a 100 g

1 colher (cheia) de açúcar — equivale a 40 g

1 colher (rasa) de açúcar — equivale a 20 g

1 colher (cheia) de farinha de trigo — equivale a 30 g

1 colher (rasa) de farinha de trigo — equivale a 15 g

1 colher (cheia) de manteiga ou margarina — equivale a 40 g
Espero que seja útil...

sexta-feira, 13 de março de 2009

Adorei...

Porque há coisas que são lindas e que de tão fofas que são nos fazem sorrir...




Bons sorrisos para todos .....



quinta-feira, 12 de março de 2009

Vanda... não eu a orquídea!!!


Acreditem que fiquei espantada e até um pouco orgulhosa ... uma flor com o meu nome e ainda por cima uma orquídea !!!


Vi aqui e achei o máximo, gosto imenso de orquídeas, são umas das minhas flores favoritas e essa cor ... bem amei, linda.... linda....


Não sei se a encontro há venda por cá mas vou pesquisar, entretanto transcrevo aqui a descrição da plantinha ....

" A Vanda é uma orquídea de origem asiática que necessita de calor e humidade. Pode florescer até quatro vezes por ano em condições ideais. Originárias da Ásia, são plantas de crescimento monopodial e lento, e alcançam altos valores no mercado - em alguns casos R$ 400,00/R$ 500,00 o exemplar.
É um curioso género de orquídea que conta com muitos amantes e criadores no Brasil. Pode ser criada com as raízes nuas, penduradas por arames. Um vaso de madeira com brita e pouco substrato pode ser adaptado logo abaixo dela, fazendo com que suas raízes toquem nele levemente. Os cuidados no cultivo levam em conta humidade alta - principalmente no verão - e adubação adequada, pois como elas são cultivadas sem substrato não há onde armazenar reservas."

segunda-feira, 9 de março de 2009

25 Anos de Casamento

Foi em grande clima de festa, rodeados de muitos amigos e sem dúvida de muita animação que um grande casal de amigos, na sua quinta em Tomar, comemorou os seus 25 anos de casamento.

Parabéns amigos...


Foi um sábado muito bem passado onde a alegria, a festa e sobretudo o convívio estiveram em grande...

Uma das atracções principais foi sem duvida um grande e excelente porco no espeto.






Os homens responsáveis pelo churrasco.
























A festa prolongou-se durante todo o dia e foram muitos os momentos divertidos...




Passeios a cavalo...


Passeios de jipe ...

O momento do bolo...

Amigos desejos sinceros de continuação de muita felicidade para mais 25 anos.

sexta-feira, 6 de março de 2009

Corrida do Aniversário RTP 2009



A Corrida RTP é uma prova de 5km, com partida na Sede da Rádio e Televisão de Portugal na Av. Marechal Gomes da Costa e com a chegada na Porta Norte do Parque das Nações, perto da Torre Vasco da Gama, em Lisboa.
São 5 Km que podem ser percorridos a correr ou em passeio, individualmente, com a família e com os amigos e nós vamos lá estar todos...

quinta-feira, 5 de março de 2009

Hortinha...

Mais pesquisa e mais plantinhas escolhidas.


Cebolinho



Planta aromática originária da China, pertencente à mesma família da cebola e do alho, embora de sabor mais fino e discreto.
O Cebolinha possui folhas muito finas, cilíndricas, semelhantes às das cebolas e forma pequenos bolbos. O cebolinho tem várias flores que estão agrupadas numa cabeça globular ou umbela. A cor vai desde o rosa até ao púrpura. O fruto é uma cápsula, com sementes de cor preta, muito parecidas com as da cebola.


Cultivo

O Cebolinho prefere sol ou sombra parcial , solos bem drenados, férteis e frescos.
É resistente ao frio, a temperatura óptima para a produção varia entre os 17Cº e os 25Cº.
Deve ser regado de forma regular, pois é essencial para manter as folhas do Cebolinho verdes.
Para o colher deve-se cortar as folhas sempre que necessário a 5 cm do solo.


Uso Culinário

O cebolinho fresco é um excelente aromatizante de saladas, omeletas, sopas, queijo fresco ou requeijão, manteiga aromática, batatas assadas, pratos e molhos feitos de ovos.
Deve ser, sempre que possível, cortado à tesoura e não picado e adicionado aos pratos cozinhados mesmo no último momento para que o seu sabor não se perca.


Uso Medicinal

O cebolinho tem propriedades, anti-helmíntica ( agem localmente para expelir os vermes do trato gastrintestinal), digestiva, diurética, hipotensora.
É indicado para desintoxicação de fumadores, doenças das vias respiratórias, gripe, hipertensão, mau funcionamento dos rins, problemas digestivos.


Curiosidades

A planta do cebolinho é utilizada para elaborar produtos para repelir os pulgões, míldio, pragas e fungos que impedem o desenvolvimento normal das culturas. Pode-se preparar uma infusão com as folhas para expulsar estes fungos e pragas.



Coentros



Planta herbácea, anual, de uns 60 cm de altura, de ciclo curto. Tem caule fino, redondo, oco e ramificado. As suas folhas são de cor verde clara. As superiores estão divididas e as inferiores formam numerosos folíolos arredondados ou ovais com lóbulos e longos pecíolos. As flores são brancas ou rosadas, pequenas e aromáticas.
Cultivo
Os Coentros semeiam-se no seu lugar definitivo desde meados da Primavera até príncipios do Verão, em fileiras com uma separação de cerca de 30 cm.
Querem sol e preferem solos de texturas franca ou franco-arenosa, com boa drenagem e a rega deve ser regular.
As flores são colhidas quando as sementes passam do verde ao castanho. As folhas apanham-se quando necessário. Os caules penduram-se voltados de “cabeça” para baixo num local fresco, ventilado e á sombra. Depois de estarem secos, sacodem-se em cima de um pano ou dentro de uma saca para recolher as sementes.
Pode se conservado se colocar as sementes após a colheita em local ventilado a secar e guardar em recipientes herméticos. Conservar as folhas no frio ( frigorífico).
Uso Culinário
As folhas frescas podem ser utilizadas na confecção de alguns pratos. Usa-se em carnes assadas, legumes e molhos. As folhas, as raízes, os caules e as sementes desta erva, fortemente aromática, têm gostos levemente diferentes. As folhas frescas são bonitas e dão imediatamente um gosto exótico a qualquer prato, se forem adicionadas antes de servir; também são excelentes em saladas e como guarnição. Pode cozinhar as raízes e os caules nos estufados e sopas, mas retire-as antes de servir.
As partes utilizadas são o caule, as folhase as sementes.
Uso Medicinal
Os coentros têm propriedades anti-séptico, anti-espasmódico, excitante, estimulante e cicatrizante.
É um bom estimulante da mucosa gástrica, pelo que se utiliza no tratamento de doenças do sistema digestivo e melhora as digestões lentas.
Utiliza-se para o tratamento dos problemas de gases.
Curiosidades
A nível externo utiliza-se pela sua acção analgésica em forma de loção ou pomada para tratar o reumatismo.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Cookies de Aveia e Alecrim

Ando sempre procurando as melhores bolachinhas, os melhores cookies e confesso que muitos são aqueles que faço e não deixando de serem bons não conseguem me surpreender...
Mas estes assim que vi a receita no blog Sopa Vermelha suspeitei que seriam surpreendentes e tive que os exprimentar logo.
Assim que entram no forno, só por isso já valia a pena, pois o cheiro que se propaga pela casa é magnifico e depois quando se prova um a magia acontece e acreditem que conseguiram ficar no topo dos meus preferidos.
A receita eu segui quase quase á risca, aqui fica como fiz, a original podem consultar aqui ...
Ingredientes
125 g de manteiga
2 colheres (café) de raspa de laranja
220g de açúcar mascavado
200g de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
100g de nozes picadas grosseiramente
2 colheres de sopa de passas sem grainhas
2 colheres de café de alecrim seco
sumo de uma laranja
50g de coco ralado
60g de aveia em flocos
Pré aqueça o forno a 180º C e forre 2 tabuleiros com papel vegetal e reserve.
No copo da Bimby coloque a manteiga, a casca de laranja e o açúcar e bata 1 minuto na vel. 4 obtendo uma mistura homogénea.
Incorpore a farinha batendo uns segundos. Em seguida junte os outros ingredientes e programe mais 1 minuto na vel.4 para que todos os ingredientes se misturem.
Com a ajuda de uma colher de sopa faça bolinhas e coloque-as nos tabuleiros. Leve ao forno por volta de 15 minutos até estarem douradinhos. Retire, coloque os cookies numa rede para que arrefeçam.
Lanchinho delicioso, casa perfumada tornou o meu dia perfeito...