quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Crónica... a continuação!!

Dia: Segundo e Terceiro !!

Bem, as obras tem corrido bem, a um ritmo acelerado e tudo saindo, até agora, perfeito como o planeado e o desejado.


Temos um novo elemento em casa, que está se tornando muito intimo das nossas coisas.


Pó.... por todo o lado, em quantidades industriais, está em todos os cantos, e por muito que se tape tudo ele entra na mesma, sem pedir autorização e vai tornando nossa casa cinzenta ....


Nada a fazer, por enquanto, se não esperar que termine depressa...




Assustador.. não é?

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Crónica das Minhas Obras !!!

Enquanto fico longe dos meus tachos e das minhas panelas e uma vez que em casa da mãe, quem comanda o fogão é ela, fico com algum tempo livre. Resolvi, então, fazer uma crónica da minhas obras.
Sendo assim vou tentar vos transmitir as transformações pelas quais a minha casa vai passando...

Dia: Primeiro
A destruição...
Uma das sensações com que fico é , que todos os construtores, pedreiros, canalizadores, electricistas enfim, todos aqueles que necessitamos para construir algo têm como prazer máximo a destruição...
É surpreendente a maneira, verdadeiramente entusiasta, que se sente quando entram pela casa a dentro com verdadeira maquinaria de guerra, sedentos de destruir e derrubar.
Fico a pensar, que só assim desfrutam, depois, da própria construção e só assim conseguem apreciar na totalidade da sua obra depois de feita.
Ora aqui está o belo trabalho,no primeiro dia, dos pedreiros na minha casa,...

Equipa eficiente, esta de trabalhadores. Bem às 8 horas em ponto, proporcionaram, aqui no prédio, um “Serviço Despertar”, ao som do martelo e do berbequim.
Bem achei que a minha vizinha, me olhou de modo estranho !!!
Vai ser bem fácil arranjar inimigos assim, é melhor fazer um miminho para acalmar os ânimos e dar para ela em jeito de desculpas....
Vamos ver como as coisas evoluem.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Finalmente as Obras Começaram !!!

Começaram, depois de alguns imprevistos, as obras cá em casa. Finalmente reunidos, construtor, pedreiros, electricistas, canalizadores, todos prontos para começar.
Quanto a nós já nos encontramos munidos de doces extras de calma e paciência, para enfrentar os próximos meses que sabemos que não vão ser nada fáceis.


Para piorar um pouco, decidimos fazer uma reforma geral no nosso apartamento e não só a cozinha, como inicialmente pensamos.

Sendo assim ficamos impossibilitados de habitar cá em casa, por isso nos próximos meses estaremos morando na casa dos meus pais. Confesso que, não sei onde vou necessitar de mais paciência, cá em casa com o estado de calamidade declarado ou com o regresso para a casa dos pais, espaço esse que já deixei há mais de 15 anos...




Sendo assim, e já com as malas prontas, estamos prontos para mudarmos. Temporariamente é claro !!




sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Temos Atleta...

No passado domingo, como vem sido habitual, foi dia de atletismo. A prova, IX Grande Prémio do Atlântico 2008, realizou-se na Costa da Caparica e contou com a participação de quase mil atletas.

Entre eles, destaco a participação de um atleta muito importante!!!
Amor para mim és sempre o mais especial ... é claro !!!

A foto chegou hoje e aproveito para lhe dar os parabéns ....




Digam lá se não tem porte de campeão !!!

Caril de Gambas...

Considero-me um bom garfo, embora exista algumas coisas que apreciou menos, são felizmente pouquissimas as coisas de que não consigo comer de todo: favas, couves de bruxelas, anchovas e iogurtes de morango.

Por outro lado, existem imensas iguarias, algumas delas inexplicavelmente, das quais gosto imenso. Neste conjunto, estão incluídos todos os pratos que levem caril.
Apreciou principalmente o aroma que esta especiaria confere á comida e a cor apelativa que transmite aos alimentos.


Assim, com uns camarões a precisarem de ser consumidos, aproveitei para fazer para o almoço um caril de camarão, numa versão muito simples mas que eu adoro.


Camarões cozidos e descascados, Alho e cebola bem picadinhas, 2 colheres (sopa ) de caril em pó,
1 colher ( chá ) de vinagre ( usei vinagre de cidra),
1 colher (sopa) de coco ralado, 1 lata de leite de coco, Azeite q.b. Gengibre ralado, sal e pimenta a gosto, Picante ( opcional )

Aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho até ficarem translúcidos, em seguida acrescente o gengibre ralado e deixe cozinhar um pouco. Adicione o caril, o vinagre o sal, envolvendo bem. Acrescente o leite de coco para diluir a mistura e o coco ralado. Rectifique os temperos e deixe apurar um pouco, para que os sabores se intensifiquem. Por fim junte os camarões descascados e deixar cozinhar mais uns 10 minutos.

Sirva acompanhado de arroz branco ( eu gosto de usar o basmati ).

Bom apetite

E Porque hoje é Sexta - Feira !!!


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Peixe em Papelotes ...

Inspirada numa receita daqui , uma das minhas grandes fontes de inspiração, resolvi fazer para o jantar uns embrulhadinhos de peixe.

A verdade é que adoro cozinhar os alimentos desta forma, pois permite usar pouca gordura, conservar todos os seus nutrientes e os aromas ficam bem mais concentrados.

Filetes de Solha em Papelotes


Espalhei, rodelas finas de alho francês, por cima coloquei umas batatinhas novas cortadas em fatias finas. Juntei um pouco de miolo de camarão e no topo um filete de solha. Temperei com sal, pimenta moída na altura, ervas aromáticas (eu uso uma mistura de óregãos, manjericão, tomilho, rosmaninho, manjerona e salva), raspa e um pouco de sumo de limão. Reguei com um pouco de azeite, fechei os papelotes e levei ao forno por 20 minutos.
Acompanhei com uma salada de alface.




Ficaram deliciosos e o cheiro uma maravilha.



Da próxima, tenho que experimentar
com a manteiga de limão que a Fer fez e que me parece deliciosa ...

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

E a dieta continua.... bem ás vezes!!!

Sim, vai se tentando pelo menos alguns dias da semana... nem que seja para acalmar a consciência dos desvios que por vezes, fazemos...
Mas hoje, a ementa aproximou-se da aconselhada em qualquer plano alimentar para uma alimentação bem mais saudável.

Assim, hoje para o jantar....

Espetadinhas de frango

Mais simples, impossível !!!

Temperei uns peitinhos de frango com sal, alho picadinho, pimenta, gengibre ralado, sumo e raspa de limão. Deixei marinar por umas horas, depois foi só enfiar a carne nos espetos pequenos juntamente com fatias de bacon. Coloquei as espetadinhas num refractário, reguei com um fio de azeite e levei ao forno até ficarem bem douradinhos. Acompanhei com uma salada e fatias de laranja.

Bom apetite...

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Dia de Chuva.... dia de !!!

Chuva, chuva e mais chuva !!!

A realidade é que ela faz falta, que este ano principalmente, pois estamos em ano de seca e antevê-se um Verão muito complicado.

Tudo isto são, sem dúvida, factores importante e por isso nada melhor do que receber estes dias sem muito aborrecimento.

Domingo chuvoso e cinzento, combina perfeitamente com, dia passado em casa, de preferência com pijaminha quentinho vestido e com cheiro a bolo para acompanhar um cházinho pela tarde.

Hoje, aproveitando um desses dias, já que não parou de chover o dia todo e com vontade de fazer um lanchinho diferente, aproveitei para fazer algo que há muito queria experimentar...Pão!!!


Depois de alguma pesquisa, decidi fazer uma receita de um pão recheado que tenho escrita num dos meus mais antigos cadernos e que provavelmente foi retirada de alguma revista culinária.



Ingredientes da massa

300 gr de farinha de trigo
200 gr de farinha de milho
2 ovos
1 chávena de leite morno
1/3 chávena de óleo
2 colheres ( chá ) de sal fino
2 colheres de ( sobremesa ) de açúcar
30 gr de fermento biológico ( eu usei 2 carteirinhas de fermento desidratado da Vahiné )


Bati no liquidificador, os ovos, o leite, o óleo, o sal, o açúcar e o fermento.
Depois de bem batido ( 2 a 3 minutos ), coloquei a mistura num recipiente e fui juntando as farinhas a pouco e pouco. Amassei até obter uma massa lisa e que se desprende bem das mãos, ao amassar pode ser necessário juntar um pouco mais de farinha.
Cobri com um pano e deixei levedar por uma hora.
Depois desse tempo a massa cresce e fica bem fofa. Abri-a com o rolo e recheei-a com fatias de queijo, peito de peru defumado desfiado, fatias de mortadela com azeitona e queijo mossarela ralado. Enrolei, tipo torta, pincelei com 1 gema de ovo batida misturada num pouco de água e polvilhei com oregáno ( lembrei-me que ficaria óptimo com gergelim, mas infelizmente não tinha) coloquei numa assadeira forrada com papel vegetal e deixei descansar mais um pouco 10 1 5 minutos. Depois foi só levar ao forno pré - aquecido a 180º C até ficar bem douradinho.



E aqui estão bem no momento, quando estavam a sair do forno !!!


A massa deu para fazer dois grandes e ainda esse em forma de croissant, que os miúdos adoraram...

O pãozinho estava uma delicia, todos adoraram e acompanhado de uns sumos de frutas naturais deu um maravilhoso lanche - ajantarado, tão habitual cá em casa aos domingos...


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Bolo da Paixão...

Ontem, dia dos namorados, foi um bom motivo para fazer um bolo, e assim ter desculpa para sair do clima de dieta.

E aproveitando a simbologia do dia, para dar um toque de romantismo ao clima e fazer um miminho ao marido o bolo foi em forma de coração.


A receita é simples e inspirada num bolo que eu vi em tempos num blog ( peço desculpa mas não me lembro em qual foi) e que fiquei com vontade de experimentar. Sei que os ingredientes básicos eram banana, iogurte, limão, canela e frutos secos. Assim e com estes ingredientes disponíveis resolvi fazer parecido. O resultado foi bom e todos cá em casa gostaram.

Liguei o forno a 180ºC. No liquidificador, bati bem 1 iogurte natural, 2 bananas, 1chávena de açúcar, 2 ovos, 1/2 chávena de óleo e sumo de 1 limão. Misturei num recipiente 2 chávenas de farinha, 1 colher (sobremesa) de fermento em pó e 1 colher (sopa) de canela. Juntei a mistura do liquidificador e envolvi tudo muito bem. Adicionei miolo de noz e amêndoa picados grosseiramente. Coloquei numa forma em forme de coração previamente untada e enfarinhada. Levei ao forno até estar cozido, verificando com o teste do palito.

Quiche !!!


Para mim uma das receitas mais versáteis, com várias possibilidades de conjugar ingredientes e de rápida execução são as quiches.
Adoro e já fiz quiches utilizando um cem numero de conjunções de ingredientes.
No entanto há uma que é a tradicional cá de casa e sempre que me pedem para fazer uma para fora esta acaba por ser a escolhida, pois apesar de ser básica é sem dúvida uma das mais saborosas.
Foi o caso desta, pedida pelo marido para levar de jantar para partilhar com os colegas do trabalho.

Quiche de alho francês, bacon, cogumelos e azeitonas....

Ligue o forno a 200º.
Forre uma tarteira com papel vegetal, ( eu uso aquele que vem com a massa quebrada fresca) e por cima estenda uma embalagem de massa quebrada fresca já pronta .
Corte em rodelas finas um alho francês e distribua-o por cima da massa, distribua, também o bacon em pedacinhos, uma lata de cogumelos laminados bem escorrida e azeitonas sem caroço cortadas.
Numa tigela junte 2 ovos, 2 pacotes de natas e um pouco de queijo ralado, tempere com sal e pimenta. cubra com esta mistura a massa e leve ao forno até a quiche ficar tostadinha.

Bom apetite

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Amar é tudo de bom !!!


Hoje recebi este lindo ramo de flores do amor da minha vida , e ao lado estão as coisas mais preciosas que ele me deu na vida ... nossos filhotes lindos lindos !!!
Obrigado meu amor...

Amor Total

Uma troca sem censuras
Entrega incondicional…
Convivência sem cobrança
Baseada em confiança
Assim é o AMOR total.
Falamos através do olhar
Sorrimos com o coração…
Só quem é capaz de AMAR
Sabe assim comunicar
Sua íntima emoção.
Fonte jorrando alegria
Cumplicidade leal…
O nosso AMOR é paixão
Pilar de nossa união
É sublime… é TOTAL!

Dia dos Namorados...

Por que acredito que podemos estar sempre enamorados....


terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Silêncios Incómodos !!!


Hoje li uma matéria num jornal, que tinha como titulo " Silêncios incómodos. Por que fugimos cada vez mais deles ? " e que debatia a dificuldade de estar em silêncio, quer sozinho, quer acompanhado.
A verdade é que muita gente tem problemas com os estados de silêncio, não sendo então de estranhar que um dos grandes hábitos das pessoas é ao chegar a casa ligar a televisão, apenas para estar a ouvir qualquer coisa e como explica a psicóloga Ana de Ornelas, tal facto acontece pois procura-se fugir à ausência de som como se este fosse sinonimo de tristeza e solidão.
Em resumo, diz a psicóloga: O Silêncio Assusta.
Nesse momento começo a fazer uma introspecção pessoal ,e na verdade sou uma pessoa que convive bem com o silêncio, aliás não consigo viver sem esses momentos de pleno silêncio. São neles que me encontro comigo mesmo, que me permitem andar calmamente nos meus pensamentos reflectindo sobre eles e encontrar a minha tão necessária paz de espírito. Mesmo sendo eu, uma pessoa que adora interagir, não me assusta o facto de estar em silencio com os outros e por vezes deparo-me com o facto de alguém tentar fugir desses " silêncios incómodos", iniciando aquelas conversas banais...( O tempo hoje está quente, não está?... Será que vai chover? ) só para quebrar esses momentos que parecem não ter fim.


Minhas Saladas


Ando numa de saladas e as suas elaborações acabam por ser ditadas pela inspiração do momento, ou então pelo que vai havendo no frigorífico ...
Assim para ontem, ao almoço saiu esta salada que é bem simples de preparar e dá uma óptima refeição ligeira e bastante agradável .
Juntei dois tipos de alface, frisada e roxa, um pouco de rucúla selvagem, queijo cortado em quadradinhos ( um da sua preferência), uma maça e uma manga cortadas em quadradinhos, um pouco de miolo de noz e uns quadradinhos de pão torrado.
Servi com um molho de iogurte, que eu faço assim: misturo numa tigela 1 iogurte natural, sal a gosto, sumo de 1 limão, 1 colher (sobremesa) de vinagre, 1 colher (sopa) de azeite, 1 colher (sopa) de mostarda,1 colher (chá) de orégano e 1 colher (café) de açúcar. Mexo bem e coloco no frio enquanto prepara a salada.
Depois é só envolver o molho na salada e servir.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Brincando ao Carnaval !!!

Espero que tenham aproveitado bem o Carnaval e que se tenham divertido bastante.

Nós aproveitamos os dias para passear um pouco e brincar com os filhotes.

Este ano tivemos um temível pirata e um perigosíssimo gangster...


Digam lá se não estavam o máximo !!!


Aproveitei também estes diazinhos para fazer umas receitas novas que já fazia algum tempo que andava com vontade de experimentar.

Assim para o almoço de terça feira de Carnaval fiz um Entrecosto, com um molho que eu vi numa receita num bolo de carne ( que tenho que experimentar também ) no blog http://quichedemacaxeira.blogspot.com/ e que adorei o resultado pois fica delicioso.


Entrecosto no Forno


Temperei o entrecosto com alho picadinho, sal , pimenta e alecrim , deixei ficar por umas horas.

Cortei uma cebola grande em rodelas finas e coloquei no tabuleiro e por cima o entrecosto.

Reguei com o molho, coloquei um fiozinho de azeite e levei a assar, até estar bem douradinho.



Para o molho, misture bem:
2/3 xícara de catchup
2 colheres (sopa) de vinagre de maçã
Pouco menos de 1/2 chávena de água
1 1/2 colher (sopa) de molho inglês
1 1/2 colher (sopa) de açúcar



Servi acompanhado de batata frita e uma salada de rúcula, abóbora e feta que eu andava desejosa de experimentar e que vi no blog da Fe http://www.chucrutecomsalsicha.com/ e que simplesmente adorei.

Salada de Abóbora assada



Usei rúcula selvagem, que é a que eu gosto mais, abóbora assada, (corte um pedaço de abóbora aos quadradinhos para um refractário, tempere com sal, pimenta e regue com azeite, leve ao forno por 20 minutos até a abóbora ficar lourinha), e quadradinhos de queijo feta.

Temperei com sumo de limão, flor de sal e um fio de azeite.

Dias sem dúvida que contribuem para as coisas boas da vida...