sexta-feira, 31 de outubro de 2008

HALLOWEEN






Acabadinha de fazer e já na janela...




Não sendo um dia com muito significado em Portugal, o Halloween é em muitos países um dia cheio de tradições. Halloween vem de Dia de Todos os Santos. Este diz-se em inglês All Hallows Day. A noite anterior a este dia é muito importante, por isso Halloween é uma abreviatura de All Hallows Even - "Noite de Todos os Santos"!
Conta a tradição que, acreditava-se que na Noite das Bruxas os fantasmas voltavam à Terra em busca de alimento e companhia para levarem para o outro mundo.
Assim, as pessoas pensavam que encontravam almas penadas se saíssem de casa nessa noite.
Por isso, para não serem reconhecidas pelos fantasmas, usavam máscaras quando saíam de casa, para serem confundidas com espíritos que andavam à solta a tentarem apanhar almas vivas.
E para manter os espíritos longe de casa, as pessoas colocavam tigelas de comida à porta para os satisfazer e os impedir de entrar.
Também para se proteger, carregam lanternas, porque acreditavam que a luz e os fantasmas não se davam lá muito bem... Uns são da noite e das trevas (escuridão e morte) e a luz significa a vida.


O uso da abóbora iluminada, chamada "Jack o' Lantern" (Jack da Lanterna), no dia do Halloween surgiu com os irlandeses, que são um povo religioso, mas muito supersticioso.
Diz a lenda que, depois da sua morte, um homem chamado Jack foi proibido de entrar no Paraíso porque em vida era muito avarento. Mas as portas do Inferno também lhe foram fechadas porque ele enganou o Diabo!
Sem ter para onde ir, foi condenado a andar na escuridão.Por isso implorou ao demónio que acendesse umas brasas para iluminar o seu caminho e, dessa forma, foi-lhe entregue um pedaço de carvão incandescente.
Para ver o caminho, Jack colocou o carvão dentro de um buraco de nabo.
De início, usava-se o nabo, mas quando os irlandeses chegaram aos Estados Unidos, encontraram pouquíssimos nabos no campo, mas como havia abóboras em abundância, fizeram a substituição.


A tradição de dar doces, guloseimas e frutas veio dos duendes (e da Irlanda), que eram considerados maus (!) pelos antigos celtas. Nessa noite eles gostavam de pregar partidas ("tricks") aos humanos.
Para lhes agradar e evitar as suas maldades, as pessoas deixavam doces e frutas ("treats") à porta das suas casas.
Daí surgiu a famosa frase "trick ou treat" que dizem as crianças norte-americanas (e canadianas) quando celebram o Halloween, o Dia das Bruxas, e pode ser traduzida como "presentes ou partidas".


Em Portugal, é no dia de Todos os Santos, que de manhã bem cedinho, as crianças saem à rua em pequenos grupos para pedir o "Pão por Deus".
Passeiam assim por toda a povoação e ao fim da manhã voltam com os seus sacos de pano cheios de romãs, maçãs, doces, bolachas, rebuçados, chocolates, castanhas, nozes e, às vezes, até dinheiro!


Ao pedir o "Pão por Deus", cantam-se as seguintes cantilenas enquanto se anda de porta em porta:



"Pão por Deus,


Fiel de Deus,


Bolinho no saco,


Andai com Deus."


Quando os donos da casa dão alguma coisa:


"Esta casa cheira a broa


Aqui mora gente boa.


Esta casa cheira a vinho


Aqui mora algum santinho."


Quando os donos da casa não dão nada:


"Esta casa cheira a alho


Aqui mora um espantalho


Esta casa cheira a unto


Aqui mora algum defunto."



Sem comentários: